acupuntura E Vinoterapia

Refiling Sensations

 

As nossas instalações de acupuntura foram criadas para proporcionar uma experiência de relaxamento e bem-estar únicas, permitindo-lhe refrescar o seu corpo e mente com nossas massagens terapêuticas e tratamentos retemperantes.

 

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
ACUPUNTURA

A Medicina Tradicional Chinesa sustenta que  existem mais de 2000 pontos de acupunctura no  corpo humano, que estão ligados por 20 canais (12  principais, 8 secundários), chamados de  Meridianos. Estes meridianos conduzem energia,  ou Qi (pronunciado de “Chi”), entre a superfície do  corpo e os seus órgãos internos. Cada ponto tem um  efeito diferente no Qi que passa por ele.
Acredita-se que o Qi ajuda a regular o equilíbrio no  organismo. É influenciado pelas forças opostas do  Yin e Yang, que representam a energia e forças  positiva e negativa no Universo e no corpo humano.  A acupunctura mantem o equilíbrio entre o Yin e  Yang, permitindo o fluxo normal do Qi pelo corpo e  restabelecendo saúde à mente e corpo.

Como Funciona?
No Ocidente foram criadas várias teorias para  explicar como é que a acupunctura funcionava.  Uma teoria sugere que os impulsos dolorosos são  impedidos de chegar à medula espinal ou cérebro  em vários pontos dessas áreas. Uma vez que a  maioria dos pontos de acupunctura estão ligados a  estruturas neurais, então sugere que a acupunctura  estimula o sistema nervoso.
Outra teoria sugere que a acupunctura estimula o  organismo a produzir substâncias tipo narcóticas  chamadas endorfinas, que reduzem a sensação de  dor. Outros estudos descobriram que outras  substâncias que aliviam a dor, chamadas opióides,  podem ser libertadas no organismo durante o  tratamento de acupunctura.

 

A acupunctura é dolorosa?
Ao contrário das agulhas utilizadas nas injecções, as  agulhas de acupunctura são sólidas e finas como um  cabelo e não estão desenhadas para cortar a pele.  Além do mais são inseridas mais superficialmente do que as agulhas hipodérmicas.
Embora cada pessoa experimente a acupunctura de  forma diferente, a maioria das pessoas sente apenas  uma dor mínima quando as agulhas são inseridas.
Algumas pessoas alegadamente têm uma sensação  de excitação, enquanto que outras sentem-se  relaxados.

 

É segura?
Quando praticada por um acupuntor licenciado e  experiente, a acupunctura é extremamente segura.  Como sistema de saúde, a acupunctura tem algumas  garantias inerentes. Como o tratamento não usa  medicamentos, os pacientes não têm que se  preocupar com reacções adversas.
Correctamente administrada, a acupunctura não faz  mal. Contudo, existem algumas situações que  devem ser comunicadas ao acupuntor antes de  fazer o tratamento. Se tem um pacemaker, por  exemplo, não deve receber electroestimulação, devido a uma possível interferência electromagnética com o pacemaker. No caso de ter  tendência a hemorragias, ou se for hemofílico, deve  considerar outro tipo de tratamento.


Que doenças trata?
Nos finais de 1970, a Organização Mundial de  Saúde (OMS) reconheceu a capacidade da  acupunctura e da medicina oriental para tratar cerca  de quatro dezenas de doenças comuns, incluindo  problemas neuromusculares (como artrite,  neuralgia, insónia, tonturas e dores de pescoço e  ombros); problemas emocionais e psicológicos  (como depressão e ansiedade); problemas  circulatórios (como a hipertensão, angina de peito,  arteriosclerose e anemia); vícios de álcool, nicotina  e outras drogas; problemas respiratórios (como  enfisema, sinusite, alergias e bronquite); e problemas gastrointestinais (como alergias  alimentares, úlceras, diarreia crónica, obstipação,  indigestão, fraqueza intestinal, anorexia e gastrite).
Em 1997, uma declaração de consenso editada pelo  Institutos nacionais de Saúde dizia que a  acupunctura podia ser útil sozinha ou em  combinação com outras terapias para tratar vícios,  dores de cabeça, cãibras menstruais, fibromialgia,  dor miofascial, osteoartrite, dor de costas, síndrome  túnel cárpico e asma.
Outros estudos demonstraram que a acupunctura  pode ajudar na reabilitação de pacientes que  sofreram um AVC e pode aliviar as náuseas em  pacientes a recuperar de uma cirurgia.
 

O que esperar da primeira visita?
Como na maioria das práticas de saúde, a primeira  visita a um especialista de acupunctura começa com  a recolha da história detalhada do paciente. Uma  vez que a Medicina Tradicional Chinesa tem uma  abordagem mais holística no cuidado do paciente  do que a Medicina Ocidental, podem ser colocadas  questões que podem parecer pouco importantes  (hábitos de sono, capacidade de tolerar calor ou frio,  etc…) mas são muito importantes para o tipo de  tratamento que vai receber.
Usando toda a informação que obteve durante a  história clinica e o diagnóstico, o acupuntor  determina a causa dos sintomas. De acordo com a  situação, as agulhas vão ser inseridas em pontos  específicos de acupunctura no organismo. Pode ser  utilizada moxa ou electroestimulação para  aumentar os efeitos terapêuticos.
Dependendo da severidade do seu problema, a sua  primeira visita pode demorar entre 60-90 minutos.  Podem ser necessárias várias visitas para serem  observadas melhorias significativas.
 

Vinoterapia

 

Vinoterapia é um tratamento particular que visa a saúde e o bem-estar do corpo.

Origem
Os benefícios do vinho tinto não são segredo e foram encontrados profundamente nos livros de história. Embora ninguém saiba exatamente quem descobriu ou talvez tropeçou nos prazeres e no bem-estar que vêm do vinho, temos evidências de que o vinho foi produzido e usado há mais de 6.000 anos na área que hoje é chamada de Arménia.
Os cientistas estudaram a própria essência dessas uvas e suas propriedades químicas como fonte natural de hidratação, vitaminas e compostos saudáveis e as propriedades medicinais do vinho tinto estão bem documentadas. A pesquisa científica também descobriu que os polifenóis nas uvas vermelhas podem ser eficazes em aplicações cosméticas e de cuidados com a pele.

Bom para si, tanto por dentro como por fora
Os benefícios das uvas foram descobertos em detalhes cada vez mais precisos ao longo do século passado, com foco específico nesses polifenóis. Esses compostos antioxidantes combatem o envelhecimento e são encontrados naturalmente numa variedade de produtos, mas as uvas são particularmente prolíficas nesse sentido! Toda a bondade embalada em uma pequena uva neutraliza os radicais livres e suporta as fibras de colagénio e elastina para manter a pele com aparência jovem. Enquanto as cascas das uvas contêm a maioria desses elementos, a polpa mantém a hidratação. A combinação da pele delicada, mas repleta de nutrientes, da uva e a polpa interna rica em água dá-nos um pedaço doce e suculento que é saudável para o coração e promove a microcirculação da pele.